fbpx
Pular para o conteúdo
brandwatch logo

Monitoramento de mídias sociais: Análise do Brandwatch

Fazer um bom monitoramento de mídias sociais exige, invariavelmente, uma boa ferramenta e um analista tão bom quanto. Existem diferentes níveis de ferramenta que atendem a diversos tamanhos de empresa. Neste post você confere uma análise do Brandwatch, uma das mais populares e completas do mercado.

Queria lembrar que este post não é nenhum tipo de jabá. A iniciativa de escrever sobre o Brandwatch partiu de mim (Luísa) e o pessoal do Brandwatch foi incrivelmente atencioso ao concordar com esta review, liberando um mês de acesso à ferramenta. (Thanks, Jasmine! )

Prontos? Vamos lá!

Sobre a Brandwatch

A empresa foi fundada em 2005, em Bighton (Inglaterra) por Giles Palmer, porém o produto não foi lançado até agosto de 2007. Mais tarde, em 2011, a Brandwatch abria os seus escritórios na Alemanha e Nova York.

A expansão foi muito rápida: de 20 funcionários em 2010 para 90 na metade de 2012, isso se não forem contados os mais de 70 analistas freelancers que oferecem serviços e ajudam no monitoramento em vários idiomas.

Características gerais da ferramenta

Resumi algumas observações em uma tabela. Veja as principais características do Brandwatch.

Painel do Brandwatch

Interface

Muito clean e objetiva, tanto na versão atual quanto no novo redesenho que está em fase beta.

Abas bem posicionadas e alto nível de personalização com blocos. Toda a interface está em inglês.

Buscas

Duas possibilidades de montagem de busca (query): web e canais do Facebook. Dentro da busca web você pode fazer buscas com texto livre ou então estruturá-la com contextos e exclusões. Além disso, o Brandwatch oferece bom suporte a outros idiomas.

Regras

Você pode criar várias categorizações com base nas suas buscas. Este é um bom modo de automatizar e personalizar as condições da análise de sentimento (que é feita automaticamente pelo algoritmo).

Alertas

Outra característica interessante é a possibilidade de programar alertas personalizados conforme as suas necessidades (quantidade de menções, alguma menção específica etc).

Níveis de análise de dados

O Brandwatch possui um recurso interessante para quem vai fazer a análise dos dados coletados. O painel captura informações em diferentes meios e permite esmiuçar cada detalhe do contexto para que você chegue a insights valiosos. Para fazer isso, basta clicar! Praticamente tudo no Brandwatch é clicável e permite observar mais de perto o que levou àquela estatística.

Wordclouds

TagCloud - Protesto

Um dos recursos que ajudam muito na análise é a nuvem de tópicos importantes da sua busca (query). A ideia é destacar os termos mais usados pela comunidade dos seus canais. Ao clicar em qualquer um dos termos, você pode ver quais foram as menções daquele termo. Outra coisa bacana é a possibilidade de exportar esses dados para o Wordle e deixá-los mais bonitinhos.

Operadores de busca

Um ponto que me supreendeu bastane é a riqueza de dados que podem ser filtrados pelos operadores de busca do Brandwatch. Existe uma tabela relativamente comprida com operadores destinados à geolocalização, estruturação de frases e até mesmo abertura para possíveis grafias (ou erros ortográficos) de termos. Além disso, o Brandwatch ainda permite que você crie queries dedicadas a pesquisar dentro de URLs específicas.

Histórico comparativo

Outro recurso muito interessante do Brandwatch é o histórico comparativo das queries que você quiser montar. Basta adicionar mais um bloco e selecionar “History”. Depois, nos controles, é só selecionar quais buscas você quer comparar, acertar o período de tempo desejado e clicar em “Apply”. Agora você pode observar o comportamento e as tendências do mercado de acordo com as menções desses assuntos nos canais desejados.

Trabalho em equipe

O Brandwatch, ao contrário de muitas ferramentas, não cobra pela quantidade de usuários. Isso faz dele uma plataforma que responde muito bem aos workflows dentro de uma equipe – não importa o número de funcionários. Assim, você pode encaminhar reclamações e pedidos dos seus consumidores aos quem pode resolver as questões da melhor maneira possível.

Análise de canais de mídia própria

Plataformas como páginas do Facebook, perfis no Twitter e Google+ são conhecidos como owned media channels. A administração dessas plataformas é importantíssima e merece atenção especial. Até pouco tempo atrás a análise dessas mídias não poderia ser feita de forma específica no Brandwatch. Há mais ou menos um mês (período que coincidiu com os meus testes da ferramenta) este recurso foi implantado.

 Os “Channels” agora permitem a análise dos seus próprios canais e o primeiro deles foi o Facebook. Essa nova função coloca em um painel os dados da sua própria página e dos seus concorrentes permitindo uma análise direta e cheia de insights interessantes!

 Assista ao vídeo que explica melhor esta função (não se esqueça de ativar as legendas!):

E aí? Vale a pena investir?

Francamente, se você tem condições de investir, o Brandwatch é a ferramenta que vai resolver os seus problemas. Porém, o investimento não vai ser baixo – o plano iniciante custa 800 dólares mensais. Entretanto, o pessoal está superdisposto à discutir propostas para empresas de todos os tamanhos.

O Brandwatch é incrivelmente completo e pode ajudar a chegar a insights interessantíssimos e, inclusive, entender o comportamento do seu nicho de mercado. O único cuidado que você precisa ter é o de não estourar o seu limite de menções captadas. Para fazer isso, basta limitar o período de tempo que comporta a quantidade de menções da sua franquia.

Conclusão: vale a pena!

2 comentários em “Monitoramento de mídias sociais: Análise do Brandwatch”

  1. Bom dia,
    Parabéns pelo artigo sobre Brandwatch. Efetivamente parece muito interessante. Como faco para testar a ferramenta?
    Tem representante da Brandwatch no Brasil ?
    Abs, Alex

    1. Oi Alex!

      Não tenho certeza sobre um representante brasileiro, mas sei que eles têm representação para a América Latina. Quando entrei em contato com eles (já faz alguns anos hehe) segui o caminho pelo <a href="https://www.brandwatch.com/contactmaps/#Brighton&quot; rel="nofollow">formulário de contato no site mesmo</a>. Logo depois de eu dizer que era do Brasil eles encaminharam meu contato para a pessoa responsável pelos contatos da América Latina.

      Espero que dê tudo certo por aí 🙂

      Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.