Link Building

Link Building: como construir autoridade com links de qualidade

Estar bem posicionado no Google é o sonho de qualquer profissional de marketing digital. A gente sabe que isso não é uma tarefa fácil – é preciso levar em consideração um conjunto de técnicas que podem usar desde ajustes pequenos para fazer a otimização do site (ex.: links internos, redução do tempo de carregamento), mudanças maiores pensando na experiência do usuário e até mesmo algumas estratégias adicionais, como links patrocinados no Google Ads.

O fato é que se você quer ter resultados organicamente, precisará fazer um planejamento de SEO (Search Engine Optimization). Para isso, certamente precisa pensar em uma estratégia de Link Building. Esse é um dos principais fatores para criar autoridade na internet e posicionar seu site nos primeiros lugares da pesquisa orgânica dos mecanismos de busca.

Para isso, vamos começar a entender como essa história toda funciona.

O que é link building?

Podemos dividir o trabalho de SEO em duas categorias:

SEO On-Page: É toda parte de otimização feita dentro do seu site. Os links que você utiliza, o trabalho com títulos e descrições, a navegação do usuário pelas páginas, etc.

SEO Off-Page: São todas as atividades feitas por você ou por outros websites que referenciam o seu site, com o objetivo de melhorar o posicionamento dele.

O Link Building é o principal elemento dessa segunda categoria. Trata-se de um trabalho para conseguir links relevantes em sites de terceiros que referenciem ao seu site.

Para avaliar a reputação e a autoridade de um site, o Google se baseia principalmente nos links recebidos por outras fontes. Ou seja, é como se cada link que você recebe de outro site representasse um “voto” para o Google de que seu site é confiável e relevante.

E claro, quanto mais “votos”, mais autoridade e melhor posicionamento. Deu para entender por que o link building é tão importante?

Mas como o Google avalia os links?

Continuando a analogia que fizemos, nem todos os “votos” (links) que você recebe tem o mesmo peso. Alguns links, inclusive, podem até prejudicar o seu site e causar uma punição do Google.

Por isso, não basta sair por aí tentando conquistar links a todo custo. Você precisa ter links variados e de qualidade. Além disso, é preciso se preocupar com a se preocupar com o número  do texto âncora que vai referenciar ao seu site.

Ou seja, temos três fatores relevantes que influenciam no valor de um link e, consequentemente, na reputação do seu site:

Quantidade

É importante que o seu site tenha uma grande quantidade de domínios que linkam para você e uma diversidade de tipo de domínio de links para você.

Ou seja, não adianta você ter dezenas de links de um mesmo site. E nem apenas um tipo de site linkando para você (por exemplo, apenas sites de notícias).

Você sempre ganhará mais autoridade se receber links das mais diversificadas fontes, pois aí o Google entenderá que sua reputação se estende para qualquer tipo de contexto

Qualidade

Se você receber centenas de links de sites com baixa autoridade, existem grandes chances de você ser penalizado e cair no ranking do Google.

Por isso, além de se preocupar com o número de links que você recebe, é preciso verificar também quem são os websites que estão te referenciando.

Além do número de links, fatores como a idade do domínio e a própria organização do conteúdo do site são critérios relevantes para determinar a autoridade de um domínio.

Se você tem dúvidas de que determinado portal tem credibilidade para repassar links a você, existem sites como o Link Explorer, do MOZ que dão uma “nota” para cada página ou domínio. Compare com a nota do seu site e certifique que você está recebendo um link de um website com autoridade similar ou maior que a sua.

Contexto

O contexto que aquele link está inserido também influencia no valor que ele dará ao seu site. Primeiramente, é preciso que o site que vai te referenciar esteja em um nicho próximo ao seu. Ou seja, se você tem uma empresa de softwares e receber um link de um site de receitas culinárias, provavelmente o Google não vai te dar nenhum crédito por esse link.

Além disso, o posicionamento do link na página também influencia o seu valor. Links em rodapés ou nas barras laterais de um site, por exemplo, valem menos do que um link no corpo da página.

Ainda que faltem mais estudos conclusivos sobre o assunto, há quem diga também que os primeiros links de um texto têm mais valor do que os links que são inseridos ao longo dos parágrafos seguintes.

Por fim, é preciso prestar atenção no texto-âncora que vai linkar ao seu site. A tendência natural é que se o texto “carros esportivos” for linkado a uma página sua, essa página subirá no ranking para a palavra-chave “carros esportivos”. Porém, se você abusar muito dessa correspondência exata, é possível que o Google interprete isso como um spam e puna o seu site. Então tome cuidado e, na medida do possível, varie os textos-âncoras.

Como conseguir links para meu site?

Ok, você já entendeu como funciona o link building e agora quer melhorar a reputação do seu site. O que fazer?

No mundo ideal, a melhor dica é produzir conteúdo de qualidade. Esse fator é essencial, já que sem ele qualquer outro tipo de tática vai por água a baixo. Se seu conteúdo gerar valor para seus leitores, naturalmente outros sites vão ter sua página como referência e você ganhará alguns backlinks.

Nós sabemos que isso pode levar muito tempo e nem sempre as pessoas terão acesso ao nosso conteúdo, certo? É por isso que existem algumas outras táticas para agilizar essa conquista de links:

Prospecção Ativa

É hora de colocar a mão na massa e ir atrás de links de alta qualidade. Procure sites relacionados ao seu nicho e apresente o seu conteúdo. Mostre que seu artigo pode ser um complemento ao artigo dele e que você tem mais informações sobre determinada palavra-chave que ele citou.

Não se engane: é um trabalho exaustivo e que você será ignorado na maioria das vezes. Mas é preciso ser persistente pois os resultados podem valer a pena.

Existem agências que também trabalham com esse tipo de serviço. Porém, é preciso entender quais são os métodos dessas agências e se elas realmente conseguem links de qualidade. Lembrando que pagar por um link é uma prática proibida pelo Google, passiva de punição.

Guest Post

Talvez essa seja a melhor maneira de conseguir links para seu site. Escreva conteúdos relevantes, de alta qualidade com links para sua página e ofereça para outros portais. Se o texto for realmente bom, a tendência é que as pessoas publiquem o seu artigo.

É fundamental sempre pesquisar que tipo de sites aceitam textos de convidados e se eles possuem um manual de redação ou regras específicas. Combine antes com o possível parceiro para não fazer um trabalho à toa.

E claro, como já dissemos, sempre procure websites com boa reputação e que estejam em um nicho similar ao seu!

Assessoria de Imprensa

O principal foco de uma assessoria de imprensa é gerar endosso e brand awareness. Mas ela também pode contribuir com uma estratégia de link building. Se artigos e releases forem enviados aos veículos de imprensa com links para seu site, existem boas chances dos portais publicarem matérias com esses links.

Conseguir referências de grandes veículos de mídia pode alavancar bastante sua estratégia de SEO, pois esses sites costumam ter uma ótima autoridade.

Busca por Oportunidades

Existem algumas situações propícias que podem te ajudar a conquistar links. Por exemplo, se você fizer uma busca por links quebrados em sites do seu nicho (use extensões como o Check my Link), você pode encontrar alguns links que não funcionam.

Escreva um artigo sobre o texto-âncora daquele link e ofereça ao dono do site a oportunidade de substituir o link quebrado pela página que você criou!

Outra dica interessante é jogar a palavra-chave de um bom texto seu e encontrar sites que citem sua palavra-chave, mas que ainda não tenham um link para ela. Novamente, entre em contato com o dono do site e ofereça seu texto para deixar aquela página mais rica e completa!

Conclusão

Trabalhar com Link Builiding não é uma tarefa fácil. Exige estratégia, paciência e só pode ser visto como um planejamento a longo prazo. Vale lembrar, também, que ninguém sabe exatamente como funciona o ranking do Google e qual a importância de cada critério. Tudo que foi dito aqui é baseado em inúmeros testes e em poucas declarações dos executivos da empresa.

Por fim,  é importante que você saiba que o algoritmo do Google está sempre mudando e sempre ficando mais inteligente. A tendência é que cada vez mais um bom conteúdo seja levado às primeiras posições naturalmente, portanto, esteja sempre ligado e não tente enganar o Google!

Está pronto para criar sua estratégia? Bom trabalho!

Luísa Barwinski

Fundadora da MOT Digital e professora. Desenvolveu estratégias online para clientes dos mais diversos setores nos últimos 10 anos. Mestre em marketing, com ênfase no comportamento do consumidor, busca compreender como as marcas podem melhorar o relacionamento com o seu público em meios digitais.

Você também pode se interessar por

Responder