fbpx
Pular para o conteúdo
iStock 000008877120XSmall e1343912390441

Cibridismo, adeus offline

Fim das férias, vamos ao segundo semestre do ano! Continuando a 200 km/h, achei algo para plugar com meu último post.

Cibridismo! Calma, calma, não se assuste.

O conceito é bem Exterminador do Futuro. Não estamos conectados mais, e sim, SOMOS conectados. As tecnologias moveis nos permitiram acabar com a barreira do on e off.

Se antigamente (lê-se pouco tempo atrás) para estar on você precisava de um local fixo, hoje em dia estranho é quando você esta na frente de um desktop. A correria do dia a dia trouxe a necessidade de estarmos ONE line. Nossos gadgets viram uma extensão de nós, e a tendência é isso aumentar cada vez mais.

Pare e analise: quando você esta vendo TV, você esta exclusivamente “por conta” dela? Muitas pesquisas já abordaram o assunto, e em uma feita pelo Ibope, cerca de 43% assistem TV, navegando na web, seja pelo PC, tablet ou smartphone.

Transmídia é a ação do momento. A maioria dos programas usam as hashtags para alavancar discussões e ibope. Recentemente vemos um exemplo dessa transmídia, os programas simultâneos TV/WEB. Legendários e Pânico na Band, são exemplos disso. O Itaú e até o Banco do Brasil já utilizam a linguagem web (emoticons e tags) em seus comerciais na TV.

Expandindo nosso corpo, deixamos de ser apenas biológicos. O on necessita nos acompanhar. A era do “______ digital” onde qualquer assunto se completa com um digital no final, faz com que esse mundo de informações, ações e oportunidades se transforme numa única coisa e crie o ONE line. Mas as vezes queremos nos sentir off, nos sentirmos familiarizados e próximos de algo vivo sem fios. Pensando nisso, eis que temos o storytelling, a gameficação, o viral… Mas isso é assunto pra outro dia…

ONE line, não se esqueça de que você não é mais apenas o seu corpo, e a extensão dele é gigantesca!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.